A Revista Ecumênica da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo
Ecumenismo, Espiritualidade e Evangelho-Apocalipse

banner-compra-revista

O Jovem Legionário curte a vida e é feliz praticando o Bem

Paula Ribeiro — 12/3/2018

 

No mundo globalizado que vivemos, a quantidade de opções que são oferecidas aos jovens e a facilidade para realizá-las são enormes. Parte da mídia, por exemplo, tem como foco atrair a juventude, potencial consumidora de uma série de produtos e serviços. Mas a questão é: O que os meios de comunicação têm apresentado como opções à mocidade, já que, algumas vezes, esses “atrativos” se restringem a bens materiais ou a modismos, que nem sempre estão atrelados aos verdadeiros valores que devem ser cultivados no coração?

Muitos jovens se iludem acreditando que alegrias momentâneas, firmadas em atitudes desequilibradas e exageros, são uma forma de “curtir a vida”. Porém, essas ações podem levar à frustração, pois não preenchem a Alma. Mesmo que, conscientemente, não tenhamos real noção dos fatos quando eles acontecem, com o tempo e a persistência em atividades que não priorizam nosso bem-estar, sentimos que algo está faltando em nossa vida, que certas diversões não têm mais graça e, então, surge uma sensação de vazio.

 

“Estamos corpo, mas somos Espírito”

Como afirma o Presidente-Pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto: “Estamos corpo, mas somos Espírito”. Então, para não seguirmos o caminho do sofrimento, temos que exercitar a nossa essência divina: o Amor. Nossa perspectiva sobre o que é bom ou ruim para nós muda quando entendemos que somos Espírito Eterno e não estamos no mundo por acaso, pois cada um possui um planejamento para sua existência. Assim, compreendemos que a felicidade verdadeira somente é vivenciada à medida que, com base no conhecimento das Leis de Deus, aprendemos a fazer as escolhas certas, que nos levam ao cumprimento de nossa Agenda Espiritual.

Com sua doutrina ecumênica, a Religião do Terceiro Milênio orienta os jovens a manterem-se em oração e vigilância*, sempre analisando as situações cotidianas a partir dos ensinamentos de Jesus, o Sublime Educador. Desse modo, saberão fazer as melhores escolhas, conscientes de que a realização pessoal está diretamente ligada à realização no campo do Espírito, que resulta do êxito de sua missão na Terra.

A Religião do Novo Mandamento oferece oportunidades no Bem à juventude, para que os moços mantenham hábitos e ações sadios, que beneficiem não somente eles, mas toda a sociedade. O principal é a atuação militante, em várias frentes de ação, como a preservação do meio ambiente, o combate ao uso de drogas, o fim da violência nas práticas esportivas etc., todas elas voltadas à expansão da mensagem fraterna do Divino Mestre, de forma a iluminar as diversas áreas do saber humano.

 

Responsabilidade, equilíbrio e disciplina

Esses são três quesitos importantes para o jovem que quer realmente aproveitar bem a sua vida. Muitos podem dizer: “Ah, deixa esse negócio de responsabilidade para quando eu for adulto, agora eu quero é liberdade…”. Mas como aprendemos com o Irmão Paiva: “Libertar-se é ter, acima de tudo, discernimento espiritual”. Ou seja, liberdade depreende responsabilidade, pois se utilizamos mal o nosso livre-arbítrio, as consequências de nossos atos também irão nos atingir. Por isso, é necessário equilíbrio e disciplina em nossos pensamentos, palavras e ações para que tudo que façamos produza bons resultados para nós e para nossos semelhantes.

Ter liberdade, por exemplo, para escolher as pessoas com quem nos relacionamos, significa que temos a oportunidade de optar por estar próximos daqueles com quem mais temos afinidade. Certamente, no convívio com nossa família e amigos, que amamos de verdade, nos sentimos mais felizes. Da mesma forma, podemos fazer essas pessoas felizes, e por isso temos que ter responsabilidade com os nossos atos, para agirmos de maneira correta com todos e, ao mesmo tempo, não deixarmos de manifestar nossas opiniões de modo ecumênico e franco, não sendo “maria vai com as outras”.

Quando sabemos o que é melhor para nós, firmados nas lições do Amigo Celeste, aprendemos a dizer “não” quando é preciso. Por exemplo, um jovem que está passando por dificuldades pode, de maneira ilusória, pensar que a solução é buscar refúgio nas drogas e com sua atitude tentar influenciar os amigos que também não estiverem fortalecidos espiritualmente. Diante de uma situação como essa, um Jovem de Boa Vontade, além de dizer não a essa experiência que só lhe fará mal, tem a chance de ajudar o amigo que passa por esse desafio, apresentando-lhe a doutrina fraterna da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo.

 

Amizade verdadeira

Como destaca o Irmão Dr. Bezerra de Menezes (Espírito): Não queiram agradar ao mundo, porque podem perder suas Almas. Não queiram amizades por amizades. A amizade verdadeira tem que ser consignada a uma finalidade superior, pelo Bem comum. Do contrário, é falsa, não existe e será derribada a qualquer momento”*2.

E o saudoso Proclamador da Religião do Amor Universal, Alziro Zarur (1914-1979), afirma em seu Poema da Amizade: “(…) amizade se mostra é no perigo,/ No luto, na ruína e no sofrer:/ Porque, afinal, é fácil ser amigo/ Nas horas deliciosas de prazer”.

Pensando nisso, busquemos esclarecimento e fortalecimento no Evangelho-Apocalipse de Jesus, bem como a ajuda de nossos familiares, para fazermos sempre escolhas acertadas em nossa vida. Assim, poderemos sentir a verdadeira felicidade na Alma e fazer com que nossos atos sejam exemplo para outros jovens que ainda precisam “se encontrar”. Conforme ensina o Irmão Paiva: “Juventude perdida, nada!”.

 

Veja na galeria de fotos abaixo algumas das atividades promovidas pela Mocidade Legionária:

 

 

FAÇA PARTE DA JUVENTUDE LEGIONÁRIA

Participe das diversas atividades fraternas promovidas pelos Jovens de Boa Vontade na Igreja Ecumênica da Religião do Terceiro Milênio mais próxima de sua casa. Para outras informações, ligue: 0300 10 07 940 (custo de ligação local mais impostos).

 

*1 Oração e vigilância — Ensinamento que encontramos no Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 26:41: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação”.

*2 Palavras do Irmão Espiritual Dr. Bezerra de Menezes na seção Voltamos! — A Revolução Mundial dos Espíritos de Luz, publicada na revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!, edição 108, de setembro de 2010, p. 48. Adquira seu exemplar pelo telefone 0300 10 07 940.