A Revista Ecumênica da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo
Ecumenismo, Espiritualidade e Evangelho-Apocalipse

banner-compra-revista

Leandro Campos Cavichione de Medeiros — Campinas/SP

Recentemente, acompanhei na Super Rede Boa Vontade de Rádio uma pregação da série “O Apocalipse de Jesus para os Simples de Coração” na qual o Irmão Paiva leu o capítulo 16 do Livro das Profecias Finais e deixou uma pergunta aos ouvintes sobre o significado do versículo 20. A passagem lida refere-se ao sétimo flagelo, momento em que o sétimo Anjo derrama a sua taça no ar e ocorrem relâmpagos, vozes, trovões e um grande terremoto, que ocasionam o que é relatado no versículo 20: “Toda ilha fugiu, e os montes não foram achados”.

Na Bíblia, há várias passagens em que os Profetas e o Divino Mestre buscavam os montes e lugares mais isolados para uma melhor conexão com Deus. Assim, pensar numa época em que os montes e as ilhas não sejam mais achados na Terra nos leva a imaginar que a paz e a segurança deixam de existir. É o que já acontece hoje no mundo: temos cada vez menos segurança e paz. Diante dessa realidade, lembremos do que o Irmão Zarur dizia: “Não há segurança fora de Deus”, e do conforto que Jesus nos deixa em Seu Evangelho, segundo João, 14:27, e Mateus, 28:20: “Minha Paz vos deixo, minha Paz vos dou. Eu não vos dou a paz do mundo. Eu vos dou a Paz de Deus, que o mundo não vos pode dar. Não se turbe o vosso coração nem se arreceie. Porque Eu estarei convosco, todos os dias, até o fim do mundo”.

Leandro Campos Cavichione de Medeiros

Campinas/SP